Colombiano Manga chega ao Vasco, explica apelido e diz: 'Estou vivendo um sonho'

O novo reforço do Vasco leva o nome Andrés Escobar no passaporte, mas é conhecido por onde passa pelo apelido. "Prefiro que me chamem de Manga", disse o atacante colombiano, em vídeo publicado no site do clube carioca nesta sexta-feira, um dia depois de ele ser anunciado como sétima contratação para a temporada 2017.

Estadao Conteudo

10 Fevereiro 2017 | 14h58


"Gosto muito da fruta, manga. Sempre me chamaram assim, desde pequeno", contou, em sua primeira declaração como jogador vascaíno. "Estou vivendo um sonho, espero desfrutar o máximo, quero fazer muitos gols", continuou o jogador, sempre sorridente no vídeo.


Questionado pelo repórter do site do Vasco, mostrou conhecer parte da história do clube, citando ídolos que jogaram em São Januário. "Romário, que é uma lenda, Edmundo, Bebeto, Juninho Pernambucano, Coutinho. O Vasco tem muita história", afirmou, revelando o desejo de também ele "ajudar a equipe e fazer muitos gols".


Manga foi revelado nas divisões de base do Deportivo Cali. Considerado uma promessa do futebol colombiano, defendeu as seleções de base do país e foi negociado com o Dínamo de Kiev. De lá para cá, no entanto, não se firmou em lugar nenhum. Foi emprestado de volta para o Deportivo, rodou por Evian (França), Dallas (EUA), Atlético Nacional e Millonarios, onde atuou no ano passado, sempre por empréstimo.


O jogador de 25 anos se tornou mais uma opção ofensiva para o Vasco, que focou no setor em sua ida ao mercado neste início de temporada. Antes de Escobar, o clube já havia anunciado o lateral Gilberto, o volante Jean, os meias Escudero e Wagner e os atacantes Kelvin e Muriqui.

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.