Denis Balibouse/Reuters
Denis Balibouse/Reuters

Após título mundial, Jill Ellis deixa a seleção de futebol dos EUA

Treinadora deixa comando da seleção com 102 vitórias, 18 empates e apenas sete derrotas

Redação, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2019 | 17h54

Com 102 vitórias, 18 empates e apenas sete derrotas, além de dois títulos mundiais, a técnica Jill Ellis deixou nesta terça-feira o comando da seleção norte-americana feminina de futebol. O anúncio foi feito pela Federação de Futebol dos Estados Unidos (US Soccer, na sigla em inglês).

Segundo o comunicado, a treinadora vai seguir no comando da seleção durante o "Tour da Vitória" de seis jogos, em comemoração ao título do Mundial Feminino conquistado na França no início deste mês. O primeiro adversário das norte-americanas será a Irlanda, neste sábado, no estádio Rose Bowl, em Los Angeles.

"A oportunidade de treinar esta equipe e trabalhar com essas mulheres incríveis foi uma honra para toda a vida", disse Jill Ellis, que será a embaixadora da equipe. "Quero agradecer e elogiá-las por seu compromisso e paixão não só para ganhar campeonatos, mas também para aumentar o perfil deste esporte globalmente, sendo uma inspiração para aquelas que as seguiram".

O contrato de Jill Ellis terminou após a disputa do Mundial Feminino. A federação sai agora em busca de uma sucessora. "Jill sempre foi extremamente apaixonada por essa equipe, analítica, tremendamente focada e sem medo de tomar decisões difíceis, dando às jogadoras a liberdade de atuar com seus pontos fortes", disse Carlos Cordeiro, presidente da US Soccer. "Ela ajudou a elevar o nível do futebol feminino nos Estados Unidos e no mundo".

Técnica da seleção desde 2014, Jill Ellis também estava na comissão técnica nas conquistas das medalhas de ouro olímpicas em Pequim-2008 e Londres-2012. Ela ainda trabalhou 12 anos na Universidade de Los Angeles. "Quando aceitei a posição de técnica principal, tinha exatamente este tempo planejado para dirigir a seleção", afirmou. "Este é o momento certo para seguir em frente. Tudo está planejado para que possamos nos manter no auge. Mudança é algo que sempre aceitei na minha vida e para mim e minha família este é o momento certo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.