Reuters/Stoyan Nenov
Reuters/Stoyan Nenov

Com 3 anos de atraso, brasileiro ganha bronze no Mundial de Levantamento de Peso

Fernando Reis herdou medalha do uzbeque Djangabaev Rustam, que teve resultado positivo para exame antidoping

Redação, Estadão Conteúdo

21 de março de 2021 | 17h26

Uma grande notícia para o levantamento de peso do Brasil. A Federação Internacional de Halterofilismo (IWF, na sigla em inglês) comunicou neste final de semana que o uzbeque Djangabaev Rustam, que havia conquistado medalha no Mundial da modalidade, foi oficialmente desqualificado da prova por testar positivo em exame antidoping. Com isso, o brasileiro Fernando Reis herdou o bronze e passa a ser o primeiro medalhista da história do País em Mundiais Adultos.

No dia 30 de maio de 2018, Fernando Reis somou 436 quilos entre arranco e arremesso na categoria +109kg. O atleta desqualificado fez a marca de 447 quilos. O georgiano Lasha Talakhadze somou 474 quilos, ficando com o ouro, enquanto que o armênio Gor Minasyan fez 450 quilos, conquistando a prata.

"Fico feliz em conquistar essa medalha para o Brasil. Primeira medalha em Campeonato Mundial Adulto. Um momento histórico para a modalidade. Serve de estímulo para continuar treinando e representar o Brasil nos Jogos Olímpicos", disse o atleta.

O paulistano Fernando Reis completou 31 anos recentemente, no último dia 10. Conquistou três medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos (Guadalajara-2011, Toronto-2015 e Lima-2019), dominando o cenário nas Américas. Ele é uma das grandes esperanças de pódio nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Brasil jamais ganhou uma medalha em Olimpíadas. Atualmente, ele mora e treina nos Estados Unidos.

"A medalha de bronze de Fernando Reis significa muito para a nossa modalidade. Serve para motivar os nossos jovens atletas e ajudar em um crescimento ainda maior do levantamento de pesos do Brasil", disse o presidente da Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP), Enrique Montero Dias.

A entidade anunciou que irá marcar, oportunamente, uma cerimônia de premiação ao halterofilista brasileiro, onde será entregue oficialmente a sua medalha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.