AFP
AFP

Com cargo em agência antidoping, Isinbayeva desiste de eleição de federação russa

Bicampeã olímpica era uma das quatro concorrentes ao posto

Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2016 | 11h43

A bicampeã olímpica Yelena Isinbayeva anunciou nesta sexta-feira a retirada de sua candidatura para a presidência da Federação Russa de Atletismo (ARAF, na sigla em inglês), que acontecerá logo mais. Ela era uma das quatro concorrentes ao posto e considerada favorita para assumir a entidade, suspensa pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

A causa de desistência, porém, é nobre. Isinbayeva foi escolhida na última quarta-feira para chefiar um comitê de supervisão das reformas da Agência Antidoping da Rússia (RUSADA, na sigla em inglês), que, assim como a ARAF, está suspensa devido ao escândalo de doping no esporte russo.

Aposentada depois de ser impedida de competir nos Jogos Olímpicos do Rio, a saltadora com vara foi eleita, também durante o Rio-2016, membro da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional (COI). Além disso, na terça, foi eleita como membro do Conselho Executivo do Comitê Olímpico Russo.

Falando com jornalistas nesta sexta-feira, ela afirmou que "o problema do abuso de doping é uma das principais prioridades da agenda no momento" e que "a prioridade no esporte da Rússia é restabelecer a confiança na RUSADA".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.