Com Defederico no ataque, Jucilei brilha na armação

Argentino não se adapta à meia, e Mano encontra solução caseira

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

12 de setembro de 2009 | 00h00

Matías Defederico desembarcou em São Paulo com status de craque e logo ganhou a camisa 10 do Corinthians. Bastou um treino coletivo, porém, para Mano Menezes constatar que o argentino não é o meia que todos esperavam. Ontem, "La Pulga" começou os trabalhos na função de Douglas, com três atacantes à sua frente, e não conseguiu servi-los. Jucilei, na meia, foi quem roubou a cena

"O Defederico rendeu melhor na segunda formação, e é nessa que devemos utilizá-lo", afirmou o técnico. Mano gostou da parte final do treino, na qual o argentino atuou como ponta direita, com Jorge Henrique aberto do outro lado e Dentinho no centro. "Ele tem mais mobilidade que o Douglas, mas a característica é diferente. Cabe ao técnico ter esta sensibilidade. Ele não é jogador para ter três atacantes à sua frente."

Sem Boquita, na seleção sub-20, Edu, Morais e Marcinho, machucados, e a indefinição na contratação de Edno, da Lusa, há uma carência na armação. Se depender da atividade de ontem, em Itu, porém, os problemas no momento estão superados. E a solução atende pelo nome de Jucilei, que começou o treinamento na ala-direita. No primeiro lance, um cruzamento forte e a bronca: "Desse jeito, não faremos gol nunca!", ouviu de Mano.

Jucilei foi o mais cobrado até a mudança do esquema. Quando passou para a meia, logo na primeira jogada arrancou aplausos de todos. Driblou um, dois, três, passou pelo goleiro e marcou um belo gol. "Boa, Jucilei, é isso aí!", se rendeu Mano. Viria, logo depois, outro gol de Jucilei. A tarde só não lhe foi perfeita por não acreditar no terceiro lance de perigo. "Já tinha feito dois, faz o terceiro, nessa hora não pode ser humilde. Ele tem boa chegada, com dribles, está se tornando jogador interessante", enfatizou Mano, feliz por ver a aposta dar certo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.