Com dois ouros históricos, Diego Hypólito cumpre promessa

Diego Hypólito cumpriu apromessa feita após a competição por equipes da ginásticaartística no Pan do Rio de Janeiro e conquistou nestaterça-feira as medalhas de ouro nas provas de solo e salto. O ginasta teve um ótimo desempenho nos aparelhos em que éespecialista e levou as primeiras medalhas de ouro da ginásticamasculina do país em Pan-Americanos. "Estava bem seguro e isso me deu tranquilidade paracompetir bem. Ainda estou bastante emocionado", disse o ginastapaulista, após ter subido duas vezes ao pódio no dia. No solo, o atual campeão mundial da final da Copa do Mundoconseguiu a nota de 15.875, ficando à frente do norte-americanoGuillermo Alvarez (15.625) e do chileno Enrique GonzalezSepulveda (15.550). O brasileiro Mosiah Rodrigues terminou aprova em 5o lugar, com a nota 15.000. Coube ao ministro do Esporte, Orlando Silva, entregar aDiego a medalha de ouro histórica. Com os olhos marejados, elecantou o hino nacional e saudou o público que gritava seu nomena Arena Olímpica. Entre os torcedores mais empolgados estava o ex-jogador debasquete Oscar, que puxava vaias contra os rivais do Brasil."Vai cair Chile, vai escorregar", dizia ele, em pé, paraSepulveda. Ao conquistar o ouro no salto, Diego foi saudado como"bicampeão" pelos torcedores, que cantavam "Eu sou brasileiro,com muito orgulho, com muito amor." Ele garantiu o primeiro lugar com a nota 16.162 e vibroumuito na hora de subir ao pódio, agradecendo a torcida. A prataficou com o chileno Enrique Gonzalez Sepulveda (15.937) e obronze foi para o peruano Luis Rivera (15.737).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.