Com dores no ombro, Diego deixa prova

Bem no dia em que completou 23 anos, Diego Hypolito sentiu dores no ombro e abandonou a prova das barras assimétricas no Troféu Brasil, ontem, em Blumenau, Santa Catarina. O ginasta deixou o ginásio de ambulância e seguiu para uma clínica, onde realizou exame de ressonância magnética para uma avaliação da lesão. "Estou me preservando. A prioridade é o Mundial, em outubro, em Londres", disse o ginasta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.