Com exército de brasileiros, Braga crava recorde em finais

Nada menos do que oito jogadores nascidos no País terminaram o jogo pela equipe portuguesa, que amargou o vice

Paulo Vinícius Coelho, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2011 | 00h00

DUBLIN, Irlanda

Até ontem, o maior número de brasileiros escalados no início de uma decisão de copa europeia foi do Shakhtar Donetsk, campeão da Uefa em 2009. Eram cinco. O curioso daquela vez era que os seis homens da defesa eram europeus e os cinco do ataque brasileiros - Ilsinho, Fernandinho, Jádson, William e Luís Adriano.

O Braga, novo recordista de brasileiros escalados numa decisão, teve seis espalhados pelos três setores do campo. O goleiro Artur, o zagueiro Paulão, o volante Vandinho, os meias Alan e Paulo César, o atacante Lima. No intervalo, ainda entraram o zagueiro Kaká, no lugar do peruano Rodriguez, e o meia Márcio Mossoró, na vaga do português Hugo Viana. Oito brasileiros em campo.

Seria o campeão mais brasileiro da história dos torneios europeus. Seria, se Domingos Paciência conseguisse fazer sua equipe vencer. O técnico, que na véspera declarou ser um orgulho ter uma decisão entre dois clubes portugueses, dirigidos por dois técnicos portugueses.

Os clubes de Portugal só ganharam títulos continentais dirigidos por treinadores nativos a partir de 1987. Nos anos 60, o Benfica foi bicampeão da Copa dos Campeões dirigido pelo húngaro Bela Gutman, campeão paulista pelo São Paulo em 1957. Em 1964, o Sporting ganhou a Recopa com o espanhol Anselmo Fernández.

O primeiro treinador português campeão, Artur Jorge, vencedor com o Porto na Copa dos Campeões de 1987, assistiu à final de ontem como convidado.

Reclamação. Paciência reclamou da atuação do árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo por entender que deveria ter expulsado um jogador do Porto no segundo tempo, e ainda comentou que o jogo foi equilibrado. "Não vi uma superioridade tão evidente quanto se esperava."

O assediado André Villas Boas, técnico do Porto, concordou com a avaliação. "Ambos sentiram muito o encontro, o que é normal numa final. O Braga fez um bloqueio muito compacto, dificultando nosso trabalho."

RECORDE ANTERIOR

5

brasileiros defenderam o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, na conquista da Copa da Uefa, atual Liga Europa, na decisão de 2008-09 contra o Werder Bremem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.