Com facilidade, Jadel Gregório leva o ouro no salto triplo

Atleta brasileiro não encontra problemas para superar rivais cubanos e leva 1.ª medalha dourada no Pan

28 de julho de 2007 | 19h11

O brasileiro Jadel Gregório confirmou o favoritismo neste sábado e faturou a medalha de ouro no salto triplo nos Jogos Pan-Americanos do Rio - a sexta do Brasil na história da modalidade. Ele alcançou a marca de 17,27 metros, faturando sua primeira medalha dourada na competição.   Veja também:  O quadro de medalhasOs detalhes das modalidades em disputa   O outro brasileiro na prova, Jefferson Sabino, cravou a marca de 16,81 metros e acabou na quarta posição, atrás dos cubanos Osniel Tosca, que saltou 16,92 metros, e Yoandris Betanzos, com 16,90 m.   Jadel foi prejudicado na prova por causa da chuva e não conseguiu se aproximar de seu recorde sul-americano de 17,90 m, conquistado em maio - essa marca, que é a melhor do ranking mundial de 2007 da IAAF, superou o recorde de João do Pulo, que em 1975 estabeleceu 17,89 m.   Desde 2005, Jadel é orientado pelo técnico inglês Peter Stanley, que já comandou o recordista mundial Jonathan Edwards. Para aprimorar ainda mais a parte técnica, o paranaense também se mudou do Brasil e foi morar em Gateshead, na Inglaterra.   A vitória de Jadel também foi uma vingança contra o cubano Yoandris Betanzos, que havia levado o ouro em Santo Domingo (2003), deixando a prata com o brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismosalto triploPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.