Com gol de Marta, Brasil bate a Suécia e conquista 1ª vitória na Copa Algarve

Em preparação para o Mundial, que será realizado a partir de junho no Canadá, a seleção brasileira feminina conquistou nesta sexta-feira a sua primeira vitória na Copa Algarve, em Portugal. Em partida disputada no Estádio Municipal de Lagos, a equipe liderada pela craque Marta, que fez um gol e sofreu um pênalti, derrotou a Suécia por 2 a 0.

Estadão Conteúdo

06 Março 2015 | 13h25

Após empatar por 0 a 0 com a China na sua estreia, a seleção brasileira precisava vencer para seguir com chances de classificação para a final da competição. O triunfo levou o Brasil aos quatro pontos, na liderança do Grupo A. O próximo compromisso será na segunda-feira, em Parchal, diante da Alemanha, pela última rodada da fase de grupos.

As 12 seleções participantes estão divididas em três chaves de quatro times. Após a fase de grupos, a decisão será disputada pelos dois melhores primeiros colocados, independentemente das chaves. A definição do terceiro lugar será entre o terceiro melhor primeiro colocado das chaves e o melhor segundo colocado. Como o torneio tem disputas até pela 11ª colocação, cada seleção vai entrar em campo quatro vezes.

Nesta sexta-feira, o técnico Vadão escalou a seleção brasileira com a seguinte formação: Luciana; Fabiana, Bruna, Tayla e Andressa Alves; Maurine (Tamires), Thaísa (Andressinha), Formiga e Rosana; Debinha (Bia) e Marta.

O Brasil começou melhor a partida e quase abriu o placar com Debinha, que recebeu lançamento, de Formiga, cara a cara com a goleira Lindahl, mas finalizou cruzado para fora. Logo em seguida, porém, ela se contundiu e foi substituída por Bia.

Logo que entrou, Bia sofreu falta na intermediária. Marta cobrou direto para o gol e abriu o placar para a seleção do Brasil, que, assim, foi ao intervalo vencendo por 1 a 0.

O segundo gol da seleção brasileira, já na etapa final, também teve a participação direta de Marta. Dessa vez, ela recebeu lançamento de Bia dentro da grande área e foi derrubada. Andressa Alves cobrou e marcou, definindo o triunfo por 2 a 0 do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.