Omar Torres/AFP
Omar Torres/AFP

Brasil goleia Peru por 4 a 0 no futebol masculino do Pan de Toronto

Seleção brasileira está na liderança do Grupo A, com seis pontos

Estadão Conteúdo

16 de julho de 2015 | 20h50

A seleção brasileira masculina de futebol venceu nesta quinta-feira a sua segunda partida nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Na cidade de Hamilton, goleou o Peru por 4 a 0 e chegou aos seis pontos no Grupo A da primeira fase. Na estreia, a equipe havia goleado o anfitrião Canadá por 4 a 1.

Nesta quinta-feira, o Brasil definiu a partida em pouco menos de meia hora. Começou em um ritmo arrasador e logo na primeira chance, aos 3 minutos, abriu o placar. Após a cobrança de escanteio, o zagueiro vascaíno Luan emendou de primeira a mandou a bola para as redes.

Apesar do domínio total da seleção brasileira, o segundo gol demorou um pouco a sair. Só veio aos 20 minutos com Clayton, após falha da defesa peruana. A partir daí, a goleada foi construída rapidamente: Rômulo fez o terceiro aos 25 e Dôdo marcou o dele aos 29, depois de boa jogada de Clayton pela esquerda.

A partir daí, a seleção reduziu o ritmo. Teve ainda algumas chances na primeira etapa, mas também permitiu que a equipe peruana atacasse com perigo em algumas ocasiões. O posicionamento da defesa ainda é falho e o técnico Rogério Micale precisa corrigir o setor, principalmente a exposição dos zagueiros.

Mas com a vitória garantida, a seleção jogou a etapa final em banho-maria. Atacou pouco e com isso as chances de gol diminuíram. O Peru também demonstrou cansaço e, apesar da voluntariedade de seus jogadores, também pouco assustou.

A grama sintética do estádio onde foi realizada a partida contribuiu para o desgaste físico dos atletas. O Brasil vai encerrar a sua participação nesta fase inicial na segunda-feira, enfrentando o Panamá. A partida está marcada para as 18h30 (de Brasília).

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-AmericanosfutebolBrasilperu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.