Wander Roberto/Exemplus/COB
Wander Roberto/Exemplus/COB

Com investimento do COB, Jogos Escolares da Juventude inauguram etapas regionais

Evento começa nesta quinta-feira em Natal com quatro modalidades coletivas

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

12 Setembro 2018 | 16h26

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) implementou um novo modelo de competição para os Jogos Escolares da Juventude e a partir de agora as modalidades coletivas passarão a disputar torneios regionais classificatórios. O primeiro começa nesta quinta-feira em Natal (RN) e terá equipes do Nordeste em quatro modalidades coletivas (basquete, futsal, handebol e vôlei). A segunda etapa regional será em Manaus (AM), na semana seguinte, com atletas do Norte e Centro-Oeste. E a última será em Joinville (SC), com times do Sul e Sudeste.

"A gente está começando as etapas regionais e vamos fazer um filtro das modalidades coletivas. Em vez de levar os 27 estados, levamos 12 estados nestas modalidades. Temos 1.200 atletas inscritos aqui em Natal, para a 2ª regional são 1.280 atletas e para a última em Joinville ainda não temos um número final porque as inscrições ainda estão sendo feitas", explica André Mattos, coordenador-geral dos Jogos Escolares da Juventude.

Em Natal, serão utilizados 12 ginásios, sendo três para cada modalidade. São partidas divididas em crianças de 12 a 14 anos, e de 15 a 17 anos. O evento será realizado de quinta a domingo e o COB investiu cerca de R$ 1 milhão para organizar. "Para muitos, é a primeira vez que tem a possibilidade de participar de um evento deste tamanho. O atleta fica em hotel, jogar em instalações esportivas de ponta, conta com arbitragem da confederação. É o principal contato que eles vão ter", diz.

Diversos atletas consagrados já tiveram passagem pelos Jogos Escolares. "É um evento que auxilia bastante na detecção de talentos. Temos vários exemplos de sucesso, como a Sarah Menezes, a Rafaela Silva e a Mayra Aguiar, do judô, o Raulzinho, do basquete, o Matheus Santana, da natação. A Rosamaria, do vôlei, participou seis vezes, dos 12 aos 17 anos", conta André. "Apenas 10% participa mais de uma vez, pois a seletiva é muito dura. É uma oportunidade realmente única de estarem aqui", continua.

O COB organiza os Jogos Escolares da Juventude desde 2005. Para se ter uma ideia, da delegação de 465 atletas do Time Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, 52 haviam participado do evento escolar.

A próxima edição nacional será em Natal, em novembro, com a participação de cerca de 7 mil atletas. Antes disso, muitos que já passaram pela competição estarão representando o Brasil nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Buenos Aires. Da delegação de 81 atletas, 33 competiram nos Jogos Escolares.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.