Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Com investimento menor, Petrobrás apresenta time de atletas patrocinados

Serão R$ 9,8 milhões até o final de 2020 para uma equipe com 25 atletas, sendo 20 olímpicos e cinco paralímpicos

Marcio Dolzan /RIO, Estadão Conteúdo

16 de julho de 2019 | 17h18

Com investimento de R$ 9,8 milhões até o final de 2020, a Petrobrás apresentou nesta terça-feira sete dos 25 atletas que compõem o seu time de patrocinados. O "Time Petrobrás", como é chamado, tem 20 atletas olímpicos e cinco paralímpicos. Eles disputarão os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, e também buscam a classificação olímpica.

O número de patrocinados é o mesmo da primeira edição do projeto, lançado em 2015 às vésperas do Pan de Toronto, no Canadá, e que tinha foco nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano seguinte. À época, porém, o investimento era mais do que o dobro do atual, de R$ 19,8 milhões. Em fevereiro deste ano, a estatal anunciara que estava revendo a sua política de patrocínios, que atingiu todas as áreas.

O patrocínio vai direto para o atleta, mas por intermédio de uma empresa proponente. Sobre os R$ 9,8 milhões ainda incidem impostos de cerca de 20%, mas mesmo assim o projeto é enaltecido por Adriana Samuel, ex-atleta do vôlei de praia e que coordena a equipe de atletas. "Esse novo projeto começou ano passado. Foi feito em ano de Copa, num período em que os patrocínios estavam em baixa, e isso serviu até para trazermos mais atletas. Eles viram que se tratava de um projeto de longo prazo, perceberam que o investimento era real", comentou.

Entre os atletas estão nomes como Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcus D'Almeida (tiro com arco), Maicon Andrade (taekwondo), Martine Grael e Kahena Kunze (vela) e Ana Marcela Cunha (maratona aquática). Dos novos esportes olímpicos, Pedro Barros e Leticia Bufoni (ambos do skate) e Ian Gouveia (surfe) também compõem a equipe.

Nos esportes paralímpicos, estão entre os patrocinados pela empresa o nadador Daniel Dias, recordista de medalhas, e Silvânia Costa e Petrúcio Ferreira, do atletismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.