Leo Correa/AP
Leo Correa/AP

Com mar 'mexido', etapa do Rio não terá provas nesta quarta

Após ser adiada duas vezes, repescagem é transferida para quinta

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

13 de maio de 2015 | 11h16

A etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe teve mais um dia de baterias adiado. Marcada inicialmente para começar às 7 horas da manhã desta quarta-feira no Postinho, na Barra da Tijuca, a repescagem foi adiada duas vezes, primeiro para as 9 horas e depois para as 10h45, mas as condições do mar não melhoraram e a organização resolveu transferir as provas para a manhã de quinta-feira.

"Pudemos fazer uma longa observação nesta manhã, mas decidimos pelo lay day (adiamento) hoje. As condições deverão melhorar nos próximos dias", disse Kieren Perrow, representante da Liga Mundial de Surfe. A organização resolveu cancelar as baterias porque o mar estava "mexido" (agitado).

Assim, os brasileiros David do Carmo, Alex Ribeiro e Alejo Muniz terão que esperar até a manhã de quinta-feira para ver se avançam à terceira fase no masculino. Silvana Lima e Luana Coutinho, no feminino, também estão na repescagem e competem na quinta.

Sem baterias oficiais, a manhã foi de treinos na Barra da Tijuca. O campeão mundial Gabriel Medina foi para o mar e foi quem animou a torcida na praia, que nesta quarta não teve competições para assistir na praia carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.