Adrian Dennis/AFP
Adrian Dennis/AFP

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Com melhor salto da carreira, Almir Júnior fatura prata no Mundial Indoor

Brasileiro atinge marca dos 17,43 metros no salto triplo em Birmingham, na Inglaterra

Estadão Conteúdo

03 Março 2018 | 18h34

Almir Júnior, 24 anos, conquistou neste sábado a medalha de prata no salto triplo no Mundial Indoor de Atletismo, disputado na Barclaycard Arena, em Birmingham, na Inglaterra. Na quinta tentativa, o brasileiro saltou 17,41 metros e ficou atrás apenas do norte-americano Will Claye, que cravou 17,43 metros. A bronze ficou com o português Nelson Évora (17,40 metros).

+ Corredor etíope quer representar Brasil e sonha com dois ouros

+ Darlan Romani termina em quarto no arremesso de peso do Mundial Indoor

Almir Júnior fez neste sábado o melhor salto da carreira. O brasileiro era, até a decisão deste sábado, o líder do ranking mundial em pista coberta da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês), com a marca de 17,37 metros.

"Eu sabia quem estava na prova. São os caras que eu estudo e vejo vídeo (Nelson Evóra foi campeão olímpico em 2008 e Will Claye campeão mundial em 2012). São os caras que eu admiro e que eu me espelhei para aprender a saltar. Eu sabia que ia ser uma prova muito dura, com adversários incríveis. Eu trabalhei para isso. Mantive a cabeça tranquila para dar o meu melhor e fazer o que eu treinei. Foi isso que aconteceu. Acertei na hora que precisava", disse Almir Junior ao canal SporTV.

Almir Júnior começou a carreira no salto em altura. Ele, inclusive, disputou essa prova no Mundial Sub-20 de Barcelona-2012. No fim de 2016, no entanto, ele mudou para o salto triplo e, desde então, vem obtendo bons resultados. Este ano, Almir Júnior melhorou o seu desempenho gradativamente na temporada indoor até fazer o melhor salto da vida. Antes da medalha de prata em Birmingham, ele vencera os Meetings de Kent (Estados Unidos), com 17,06m, de Madri (Espanha), com 17,35m, e de Liévin (França), com 17,37m.

A medalha de prata conquistada neste sábado confirma a recuperação de Almir Júnior. No ano passado, ele sofreu uma lesão, mas, mesmo assim, no fim da temporada saltou 16,92 metros e ficou em primeiro lugar no ranking brasileiro. Nascido em Matupá (MT), ele é atleta da Sogipa-RS.

Com o resultado obtido por Almir Júnior, o Brasil chegou à marca de 16 medalhas em toda a história do Mundial Indoor de Atletismo: quatro de ouro, seis de prata e seis de bronze.

O Mundial Indoor de Atletismo termina domingo e, entre as atrações do último dia, está a disputa do salto com vara. O campeão olímpico Thiago Braz é um dos favoritos. O brasileiro tem a quarta melhor marca do ranking mundial, com 5,90 metros, obtidos em Rouen, na França, em fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Mundial de Atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.