Com muita folga, Arthur Zanetti avança à final em Anadia

Brasileiro faz 15.800 pontos nas argolas

Agência Estado

29 de maio de 2014 | 15h41

ANADIA - Arthur Zanetti sobrou nas eliminatórias das argolas na etapa de Anadia da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Em Portugal, o brasileiro repetiu a nota que lhe rendeu o ouro no Mundial do ano passado, 15.800, enquanto nenhum dos seus adversários conseguiu atingir sequer uma nota acima de 15.000 pontos. O segundo melhor foi o finlandês Markku Vahtila, com 14.950.

Nesta quinta-feira foram realizadas as eliminatórias de três aparelhos e o Brasil só garantiu uma final. Nas argolas, Francisco Barreto foi o nono, com 13.600, mas só oito avançam. Barreto também foi o 11.º no cavalo com alças, com 13.800, enquanto Arthur Zanetti acabou na 17.ª colocação no solo, com a nota 13,800.

"A minha série foi boa, mas eu caí no duplo para a frente e isso me tirou nota. Eu não estou satisfeito porque queria acertar a minha série para ver o quanto seria a minha nota com a série boa", lamentou Zanetti. A final das argolas é no sábado, enquanto a sexta-feira é reservada para as eliminatórias do salto, das barras paralelas e da barra fixa.

A assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) divulgou que Diego Hypolito e Caio Souza também competiriam no solo em Anadia, mas os dois atletas, que estavam inscritos na Copa do Mundo, não tiveram nota computada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.