AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Com novas vagas, Renato diz que Libertadores 'é quase obrigação' para o Grêmio

O técnico Renato Gaúcho admitiu que a abertura de novas vagas do Campeonato Brasileiro para a Libertadores aumentou a responsabilidade do Grêmio. O comandante mostrou confiança em seus jogadores e disse que o novo "G6" torna a ida ao torneio continental "quase obrigação" para o clube tricolor.

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2016 | 20h25

"Com o G6, são duas chances a mais que os clubes têm. É procurar aproveitar. Antes, tínhamos todo interesse em buscar o G4 e a Copa do Brasil. A Copa do Brasil continua na mesma, e agora, mais do que nunca, precisamos do G6. Se torna quase uma obrigação estar na Libertadores, seja pelo Brasileiro ou pela Copa do Brasil", disse nesta terça-feira.

O momento, no entanto, não é favorável ao Grêmio. A equipe tem oscilado demais e caiu para a nona colocação do Brasileirão, com 40 pontos, após a derrota de sábado para o Cruzeiro. Em meio à fase complicada, Renato manteve a calma e deu a receita para o time voltar a vencer nesta quarta-feira, diante do Vitória, em Salvador.

"Precisamos ter mais atenção e aproveitar as chances de gol. Contra o Cruzeiro, tivemos três chances e perdemos. É o que digo, precisa ser malandro, e contra o Cruzeiro não fomos. Não ficamos atentos em uma jogada e perdemos o jogo. O adversário tem que vencer por méritos, não por que demos oportunidades a ele", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.