Kirill Kudryavtsev/AFP
Kirill Kudryavtsev/AFP

Com novo recurso e sem veredicto da CAS, 47 russos não sabem se irão aos Jogos

Olimpíada de PyeongChang, na Coreia do Sul, tem a cerimônia de abertura nesta sexta-feira

Estadão Conteúdo

07 de fevereiro de 2018 | 10h02

Dois grupos de russos que desejam participar da Olimpíada de PyeongChang terão que esperar ao menos até a véspera da cerimônia de abertura para conhecer seu futuro após a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) não apresentar uma resolução para os seus recursos.

+ Risco de propagação do norovírus afasta 1,2 mil seguranças dos Jogos de Inverno

A CAS começou a avaliar nesta quarta-feira a ação apresentada por um grupo de 32 russos ao qual o Comitê Olímpico Internacional (COI) negou convite para os Jogos de Inverno por causa de evidências que vinculavam esses competidores a casos de doping no passado.

Um segundo grupo de 15 pessoas, sendo 13 atletas e dois treinadores, apresentou uma nova solicitação nesta quarta-feira para tentar forçar o COI a convidá-los para o evento. Todos foram punidos no ano passado por doping nos Jogos de Sochi, em 2014, mas a CAS revogou essas sanções na última semana.

O secretário-geral da CAS, Matthieu Reeb, explicou que a primeira audiência começou nesta quarta-feira, mas foi suspensa para quinta com a intenção "escutar também o segundo caso". "Possivelmente a decisão final possa ser apresentada ao final de amanhã (quinta-feira)", explicou. "Se precisarmos de mais tempo, talvez seja na sexta-feira pela manhã".

Assim, embora a cerimônia de abertura dos Jogos de PyeongChang esteja marcada para sexta-feira, segue a indefinição sobre quantos atletas russos vão competir na Coreia do Sul.

Os 169 atletas russos que obtiveram convites vão competir sob a alcunha de "Atletas Olímpicos da Rússia" porque a delegação do país está formalmente banida pelos casos de doping nos Jogos de Sochi. Isso significa que eles competirão sob a bandeira olímpica e vestindo uniformes sem insígnias russas. Se eles ganharem medalhas de ouro, o hino olímpico será executado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.