Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Com ouro de Scheffer, 4x200m livre do Brasil para o Mundial é definido

Breno Correia, Luiz Altamir e João de Lucca completam o quarteto brasileiro para disputa em em Gwangju, na Coreia do Sul, em julho

Redação, Estadão Conteúdo

16 de abril de 2019 | 21h23

O início do Troféu Maria Lenk, o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação, no Rio, também marcou o começo da definição dos representantes do País no Mundial de Esportes Aquáticos, que serão realizados em Gwangju, na Coreia do Sul, em julho. E, nesta terça-feira, ficou definido que o quarteto do revezamento 4x200 metros livre será composto por Fernando Scheffer, Breno Correia, Luiz Altamir e João de Lucca.

A definição se deu a partir da final dos 200m livre no Parque Aquático Maria Lenk. Fernando Scheffer teve o melhor desempenho e venceu a prova em 1min46s27. Ele foi acompanhado no pódio por Breno Correia (1min46s65) e Luiz Altamir Lopes Melo (1min47s23). E João de Lucca foi o quarto colocado, assegurando a última vaga no time do revezamento no Mundial, sobre o qual há grande expectativa após a conquista do ouro no Mundial de Piscina Curta (25 metros) em 2018, o que incluiu a quebra do recorde da prova.

"Nós abrimos as portas no último Mundial e agora nós somos uma realidade. Este revezamento tem muitas chances de conseguir coisas grandes. Fico feliz de fazer parte dele novamente e vamos em frente para este Mundial. Vai ser muito importante para nós", disse Fernando Scheffer, campeão da prova no Maria Lenk.

Também nesta terça-feira, Etiene Medeiros venceu a prova dos 50 metros costas em 1min00s13. Maria Luiza Pessanha levou a medalha de prata (1min02s23) e Andrea Berrino, completou o pódio (1min02s28). Já na versão masculina da prova, o ouro ficou com Guilherme Guido, com 53s83. Gabriel Fantoni foi o segundo colocado, com 54s13, à frente de Guilherme Basseto, com 54s22.

"Nossa expectativa não é só focar nos 50m (livre). Minha maior vontade é sempre nadar 50m, porque sou velocista, mas não posso descartar outras provas. Estou em um ranking bom nas provas de 100m também. Queria fazer 59s nessa prova. Gostei bastante da minha prova, devo ter passado forte, então estou feliz com o que eu realizei aqui hoje", contou Etiene.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoTroféu Maria Lenk

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.