Com Rússia suspensa, IAAF abre processo para tirar eventos de 2016 do país

O escândalo de doping fez a Federação Russa de Atletismo (ARAF) perder sua filiação junto à Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) e isso não significa apenas a proibição dos atletas do país de participarem de competições internacionais. A Rússia também não poderá receber eventos da IAAF em seu território.

Estadão Conteúdo

03 de dezembro de 2015 | 15h05

Nesta quinta-feira, a IAAF abriu oficialmente o processo para escolha de novas sedes para dois Mundiais que estavam marcados para acontecer na Rússia no ano que vem: o Mundial Júnior (sub-20), em Kazan, e o Mundial por Equipes de Marcha Atlética, programado para ser realizado em Cheboksary.

Como há pouco tempo hábil, o processo será rapidíssimo. Os países interessados têm até segunda-feira para juntar documentos, incluindo da prefeitura local, e apresentar candidatura. Depois, em um mês serão escolhidas as sedes vencedoras, por meio de votação eletrônica entre os membros do Comitê Executivo da IAAF.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismodopingIAAF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.