Com Simone Biles, EUA anunciam 'Dream Team' de ginástica para o Rio

A equipe feminina de ginástica artística dos Estados Unidos vive um momento tão especial que já está sendo chamada, pela mídia norte-americana, de "Dream Team". O time dos sonhos foi convocado no domingo à noite, com Simone Biles, Gabby Douglas, Aly Raisman, Madison Kocian e Laurie Hernandez.

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2016 | 10h16

Biles é candidata a ser o maior nome dos Jogos Olímpicos do Rio. Aos 19 anos, ela já tem 14 medalhas em Mundiais, sendo 10 de ouro. Isso porque só foi a três edições do torneio. No ano passado, ganhou o individual geral, por equipes, e em dois aparelhos: trave e solo. No salto, foi bronze. No Rio-2016, ela promete brigar por todas as seis medalhas possíveis. No salto, por exemplo, recebeu nota 9,9 de execução na seletiva. Ainda que haja uma supervalorização dos árbitros, caseiros, especialistas apontam que a apresentação dela, de 16,2 pontos, foi mesmo quase perfeita.

Para brigar pelo ouro por equipes, os EUA ainda contam com Gabby Douglas, campeã do individual geral em Londres. Na seletiva americana, ela caiu duas vezes da trave, ficou só em sétimo no individual geral, mas mesmo assim foi convocada. A comissão técnica alegou que confia nela. O time ainda tem Aly Raisman, campeã olímpica no solo em 2012 e bronze na trave, além das estreantes Madison Kocian e Laurie Hernandez. Esta última, de apenas 16 anos, ficou em segundo no individual geral e tem tudo para ser rival de Flávia Saraiva na briga por pódio na trave.

Tudo o que sabemos sobre:
Estados UnidosLondres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.