Com time completo, Cruzeiro estreia na Copa Sul-Americana contra time paraguaio

Invicto na temporada de 2017 e embalado após a vitória no clássico diante do Atlético Mineiro por 2 a 1, o Cruzeiro entra na Copa Sul-Americana como um dos times brasileiros com mais chances de título. O primeiro desafio acontece nesta terça-feira, às 21h45, quando encara o Nacional, do Paraguai, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Estadao Conteudo

04 de abril de 2017 | 08h06


Após viver altos e baixos no Campeonato Brasileiro do ano passado, o Cruzeiro se acertou sob o comando do técnico Mano Menezes e hoje é um dos poucos clubes que ainda não perderam na temporada de 2017. Classificado à semifinal do Estadual, foca agora na busca por um título internacional, que pode o levar à Copa Libertadores de 2018.


O Nacional, por sua vez, não vem bem no Campeonato Paraguaio. Tem apenas sete pontos em 10 jogos disputados e ocupa a 11.ª colocação, sendo assim grande candidato ao rebaixamento no momento.


Este será o primeiro encontro entre Cruzeiro e Nacional na história. A equipe mineira enfrentou adversários do Paraguai em 24 oportunidades com 15 vitórias, sete empates e apenas duas derrotas.


TIME - O Cruzeiro vai colocar contra o Nacional praticamente o que tem de melhor. O desfalque mais importante é o volante Henrique, se recuperando de uma lesão muscular no adutor da coxa direita. O lateral-direito Ezequiel, com fadiga muscular, foi poupado do treino desta segunda-feira e descartado para o jogo desta terça.


Por outro lado, Mano Menezes relacionou nomes como Arrascaeta, decisivo no clássico frente ao Atlético, e Thiago Neves. Rafael Sóbis e Ramón Ábila também foram confirmados pelo treinador. "Será um jogo muito difícil. Essas equipes sabem jogar competições assim. Sei que eles não estão bem no Campeonato Paraguaio, mas é outra competição", disse o lateral-esquerdo Diogo Barbosa.


O provável time a ser escalado por Mano Menezes é: Rafael; Mayke, Leo, Manoel (Caicedo) e Diogo Barbosa; Hudson, Ariel Cabral, Rafinha e Thiago Neves; Arrascaeta e Rafael Sóbis.


Com apenas uma vitória em toda a temporada, o Nacional aparece como um azarão contra o Cruzeiro. A expectativa é que o time seja muito semelhante daquela que perdeu para o Independiente, na última rodada do Campeonato Paraguaio. O nome mais conhecido é o de Salgueiro, que teve uma rápida passagem pelo Botafogo, no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.