Comer até ajuda 2 judocas brasileiros

Para a grande maioria dos judocas, controlar o peso é um martírio. É comum encontrar nas concentrações atletas correndo na esteira de agasalho - alguns até com plásticos pelo corpo - para eliminar quilinhos a mais às vésperas das competições. Dois judocas da seleção que irá ao Pan-Americano de São Domingos não têm esse problema. Daniel Hernandes (mais de 100 kg) e Priscila Marques (mais de 78 kg) comem sem culpa: na categoria pesado, não há limite de peso. Leia mais no Estadão

Agencia Estado,

12 de julho de 2003 | 09h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.