''Como boxeador, Oscar De La Hoya não tinha mais o que conquistar. Agora, é hora de trabalhar como empresário''

José Sulaymán, presidente do Conselho Mundial de Boxe

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.