Josh Hedges/Zuffa LLC
Josh Hedges/Zuffa LLC

Confiante, Renan Barão diz que espera Dominick Cruz para unificar o título

Longe do octógono há quase um ano e meio, o norte-americano ainda se recupera de uma lesão no joelho que o impede de disputar o cinturão da categoria até 61 kg

BRUNA TONI - ENVIADA ESPECIAL, O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2013 | 15h10

LONDRES - Dominick Cruz estava bem atento quando Renan Barão mandou seu recado para ele. “Estou esperando você, Dominick”, disse o brasileiro, logo depois de finalizar Michael McDonald no UFC Londres, neste sábado, e manter assim o cinturão interino dos pesos galo.

Longe do octógono há quase um ano e meio, o norte-americano ainda se recupera de uma lesão no joelho que o impede de disputar o cinturão da categoria até 61 kg com Barão, unificando o título que hoje pertence aos dois.

Como o UFC vive de lutas, Dana White preparou dois eventos que garantissem um campeão interino entre os pesos galo. Em julho de 2012, Renan Barão venceu Urijah Faber por decisão unânime e levou o título. Neste sábado, o potiguar voltou a entrar no octógono para defender seu cinturão e assim foi. Com um katagatame, o brasileiro finalizou Michael McDonald no 4.º round.

Dominick, que participou nos Estados Unidos da transmissão do UFC Londres, garantiu não estar preocupado com Renan Barão e se disse confiante neste tão aguardado duelo, previsto para ocorrer durante o inverno brasileiro. “Eu vou misturar os golpes, deixá-lo confuso diante de mim. Posso acabar com todo o jogo dele”, revelou o norte-americano.

Já Barão parece não estar ligando para as provocações do possível futuro adversário. Tranquilo após mais uma vitória no UFC – a 30.º seguida no MMA -, o potiguar de 25 anos só pensa agora em recuperar o seu peso normal (75 kg) e descansar na sua terra natal. “Eu gosto de fazer festa na minha cidade. Quero voltar, ver todo mundo, ficar de boa agora”, conta.

Com cinco pontos no queixo, o dono do cinturão acordou disposto no dia seguinte e com o sorriso no rosto. Depois de ter de perder mais de 12 quilos, os dois pratos de macarrão do almoço da vitória foram bem-vindos. “Eu estava treinando no Rio, vendo os os blocos passarem, e não podia fazer nada. Mas não tem problema, eu pensei, meu carnaval vai ser depois”, revelou o lutador entre uma garfada e outra.

Com passagem de volta para o Brasil marcada apenas para a próxima quarta-feira, Barão vai aproveitar um pouco a cidade londrina com um amigo antes de ir ao Rio de Janeiro e depois a Natal.

Tudo o que sabemos sobre:
UFClutasMMAUFC LondresRenan Barão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.