Confusão no vestiário faz Mancini perder apoio

A falta de controle sobre Fábio Costa pode custar caro a Vágner Mancini. O técnico ficou bravo com o vazamento de detalhes sobre a discussão entre o goleiro e o meia Paulo Henrique após o jogo contra o Goiás. E os jogadores se irritaram com Mancini, que não intercedeu, o que resultou na perda de confiança de boa parte do elenco. Campeão brasileiro (2002) e Paulista pelo clube (2006 e 2007), Fábio Costa tem muito tempo de casa e goza da amizade do presidente Marcelo Teixeira. Mas está isolado. Favoráveis a Paulo Henrique, a maioria dos atletas não fala com o goleiro. Neste ano, ele já tentou atacar Fabiano Eller com uma tesoura no intervalo do jogo em Marília (o que causou a saída de Márcio Fernandes) e cobrou acerto da premiação pela vaga na Copa do Brasil antes de o time ser eliminado pelo CSA.O mal-estar também faz com que o valor dos prêmios a serem pagos no Brasileiro ainda não tenham sido definidos.

Alex Sabino, O Estadao de S.Paulo

22 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.