Conquista coroa a ascensão da equipe

Em sete anos o Swansea subiu três divisões. E ontem levou a taça mais importante de seus 100 anos de história

O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2013 | 02h07

Hoje na poderosa Premier League, até pouco tempo o Swansea era uma espécie de Bradford. O time do País de Gales que conquistou a Copa da Liga ontem na temporada que celebra o centenário de sua fundação coroou uma incrível reação dentro do futebol britânico - subiu três divisões em sete anos.

A última vez em que os finalistas de ontem tinham se enfrentado havia sido na temporada 2006/07 da Terceira Divisão. Os anos seguintes se encarregaram de distanciá-los.

"Depois de uma década de trabalho duro, a nossa jornada chegou ao auge. Merecíamos um troféu tão importante", disse o capitão e símbolo do time Garry Monk. O zagueiro defende o clube desde 2004, quando o Swansea estava na Quarta Divisão.

O remanescente dos tempos difíceis acompanhou a evolução da equipe, a primeira do País de Gales a chegar à Premier League, na temporada passada, e agora classificada para a Liga Europa.

Grupo renomado. Antes um clube esquecido, o Swansea tem agora um elenco com peças cobiçadas. O atacante espanhol Michu, autor de um dos gols na final, é um dos artilheiros da Premier League e já foi sondado por grandes equipes. O técnico Michael Laudrup é cotado para a vaga de José Mourinho no Real Madrid e entrou para a história ao levar o time ao primeiro título relevante.

E o estádio de Wembley traz boas lembranças ao treinador dinamarquês. Foi lá que ele venceu a Copa dos Campeões de 1992 como meia do Barcelona, e ontem mais uma vez entrou para a história. "Não acho que podemos comparar essas situações, pela simples razão de que fazer história com um clube grande é bem diferente do feito fantástico de hoje com um time pequeno. Estou realmente muito orgulhoso."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.