Conselheiros decidem sobre eleições diretas

No dia 1º de outubro, os conselheiros do Palmeiras poderão dar um passo para a abertura política do clube. Será realizada assembleia para decidir se o projeto dos sócios votarem para presidente será aprovado ou não.

O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2012 | 03h04

Dentro do tema, os idealizadores do projeto querem colocar ainda dois aditivos: um para os sócios-torcedores também terem direito a voto, e não apenas os sócios do clube, e a possibilidade de eleições em dois turnos.

Em novembro, os sócios irão ratificar ou rejeitar a decisão do Conselho, mas as chances de eles escolherem o presidente na eleição de janeiro são pequenas. / G.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.