Contador desloca ombro em acidente e pode abandonar Giro D'Itália

Um dos maiores ciclistas da atualidade, o espanhol Alberto Contador deslocou o ombro esquerdo em um acidente sofrido nesta quinta-feira, durante a disputa da sexta etapa do Giro D''Itália, uma das provas mais tradicionais do calendário do ciclismo. Por conta do acidente, que também causou lesões em seu joelho direito, Contador virou dúvida para a sequência da competição.

Estadão Conteúdo

14 de maio de 2015 | 18h09

O acidente aconteceu na reta final da etapa, em Castiglione della Pescaia. Nos metros finais, um fã ou fotógrafo profissional esticou o braço por cima da grade para tentar tirar uma foto e acabou acertando um dos ciclistas. Ele caiu sobre outros, causando um "efeito dominó". Entre os que caíram estava Contador.

O dono de dois títulos na Volta da França conseguiu se levantar e completar a prova. No entanto, não teve forças para vestir a camisa rosa, do líder da competição, e nem para estourar o champagne. Ele manteve a liderança geral da competição.

Depois do fim da prova, ele foi submetido a uma bateria de exames. E ainda não sabe se terá condições de disputar a sétima etapa, nesta sexta. "Os médicos recomendaram que eu imobilizasse meu braço esquerdo durante a noite e a madrugada. Vou me concentrar nisso até o início da etapa. Eles vão fazer uma bandagem especial para a disputa", disse Contador.

Apesar disso, o espanhol manteve a confiança em permanecer na disputa. "Vou tentar disputar a sétima etapa amanhã. Tenho trabalhado muito para chegar aqui. Tentarei até o último minuto. Estou confiante de que largarei amanhã. Mas temos que esperar para ver o que vai acontecer, se vai aparecer alguma sequela do acidente", ponderou.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoGiro DItáliaAlberto Contador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.