Contador diz que regras antidoping estão ultrapassadas

Flagrado no antidoping na última Volta da França, o ciclista espanhol Alberto Contador criticou nesta sexta-feira as regras contra a utilização de substâncias proibidas no esporte. Contador corre o risco de levar uma suspensão de até dois anos por conta do exame positivo em 2010.

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2011 | 17h47

Insatisfeito com uma eventual punição, Contador disse que as regras antidoping estão ultrapassadas. "Enquanto os avanços da ciência já alcançaram o ano de 2011, as normas continuam paradas nos anos 60. É por isso que sou acusado de um ''crime''", atacou o atleta.

Em sua defesa, o espanhol atribui o teste positivo para a substância clenbuterol, utilizada em remédios para asma, ao consumo de carne contaminada. As autoridades aceitaram a explicação do ciclista e não estão inclinadas a impor a suspensão padrão para estes casos, de dois anos de duração. O tricampeão da Volta da França, contudo, não está livre de uma punição mais branda.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoAlberto Contadorantidoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.