João Neto/Fotojump
João Neto/Fotojump

Contra All Blacks Maori, Brasil quer consolidar crescimento no rúgbi

Projeto da confederação pretende tornar a modalidade mais popular e incentivar a prática esportiva em todas as regiões

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2018 | 05h06

O rúgbi brasileiro está tendo uma grande temporada e quer mostrar sua qualidade na partida deste sábado, contra os All Blacks Maori, às 19 horas, no estádio do Morumbi. O amistoso internacional no formato 15 contra um país tradicional da modalidade será histórico no Brasil, até porque é a primeira vez que o rival vem ao País.

O ápice da seleção masculina de rúgbi no ano foi a conquista do Campeonato Sul-Americano. Pela primeira vez na história, o troféu na ficou na mão dos argentinos. Isso mostra a evolução dos Tupis na modalidade e o foco principal é buscar uma vaga na Copa do Mundo de 2023, o que seria um feito inédito para o Brasil.

 

“Nossa grande ambição é tornar o rúgbi um esporte consolidado no Brasil. Eventos como esse são ferramentas para isso. Não queremos ser o esporte número 2, pois o Brasil é gigantesco e tem espaço para todas as modalidades. Queremos que a pessoa, em qualquer idade, tenha condições de encontrar um clube e um treinador para praticar rúgbi. Tudo isso é a médio prazo”, explica Agustín Danza, CEO da Confederação Brasileira de Rugby.

Ele lembra que a escolha do estádio do Morumbi para ser o palco do duelo com os All Blacks Maori foi uma opção lógica. “Sabíamos que seria o maior jogo que faríamos no Brasil. A infraestrutura é muito boa, renovada, com setores para todos os tipos de público. Pela primeira vez terá um evento de seleções de rúgbi no Morumbi”, diz.

Os All Blacks Maori são uma seleção da Nova Zelândia, maior potência do rúgbi, que realiza amistosos ao redor do mundo apenas com jogadores de descendência maori. Eles estiveram nos Estados Unidos, onde venceram a seleção local por 59 a 22 em Chicago.

E agora vão enfrentar o Brasil em uma partida inédita e ter alguns dias de contato com fãs, técnicos e jogadores do País. Na sexta-feira, por exemplo, haverá uma visita dos jogadores da Nova Zelândia ao Instituto Rugby Para Todos, em Paraisópolis, para oferecer um workshop para as crianças do projeto social.

SERVIÇO:

QUANDO: SÁBADO, 10 DE NOVEMBRO, ÀS 19 HORAS  

LOCAL: ESTÁDIO DO MORUMBI

ENDEREÇO: PRAÇA ROBERTO GOMES PEDROSA, 1 - MORUMBI - SÃO PAULO (SP)

INGRESSOS: PODEM SER ADQUIRIDOS EM WWW.ALLBLACKSMAORINOBRASIL.COM.BR. OS BILHETES CUSTAM A PARTIR DE R$ 17,50 (MEIA-ENTRADA)

 

 
Mais conteúdo sobre:
All Blacks Maorirúgbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.