Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Contra lanterna, Santos mantém time das goleadas

Adilson Batista escala força máxima, mas admite fazer testes durante jogo com o São Caetano, que ainda não somou ponto

Sanches Filho, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2011 | 00h00

Adilson Batista fez várias experiências, com Bruno Rodrigo, Bruno Aguiar e Possebon entre os titulares, mas deverá manter o time do Santos da vitória por 4 a 2 contra o Grêmio Prudente, domingo, para manter os 100% de aproveitamento, nesta quarta-feira às 19h30, contra o São Caetano, na Arena Barueri. Teoricamente, a sua tarefa será fácil porque o adversário é o lanterna do Campeonato Paulista, com três derrotas, cinco gols sofridos e nenhum marcado. Mesmo sem problemas de contusões e cartões, o treinador anunciou que cogita fazer alterações.

"Alguns jogadores poderão ter oportunidade. Vou conversar com eles. A possibilidade de mudança existe, mas tanto poderá ser para o início ou decorrer do jogo", afirmou Adilson.

Ainda sem Neymar, Ganso, Arouca, Charles e Diogo, o destaque do time já tem nome. "Elano agregou experiência e qualidade à equipe, além de ser o treinador dentro do campo", elogiou o técnico. Como aconteceu com Robinho no ano passado, foi a contratação para reforçar o conjunto forte por ter mantido a base da temporada anterior.

Outro reforço importante é Maikon Leite, o artilheiro do time, com quatro gols. Ele dá velocidade ao ataque, mas no meio do ano vai para o Palmeiras.

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.