Contra-relógio em Dusseldorf abrirá a Volta da França em 2017

A edição de 2017 da Volta da França, a principal prova do ciclismo mundial, vai começar com um curto contra-relógio pelas ruas de Dusseldorf, na Alemanha, dando a Tony Martin uma oportunidade de conquistar a camiseta amarela na frente da sua torcida.

Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2016 | 12h22

Os organizadores da Volta da França revelaram nesta quinta-feira os detalhes da etapa de abertura, depois de anunciarem em dezembro que a largada seria na Alemanha pela quarta vez na história da prova centenária. Além disso, vai ser a 22ª vez que a disputa começará fora da França.

Três vezes campeão mundial de contra-relógio, Martin já é considerado o favorito para liderar o percurso urbano de 13 quilômetros, com os ciclistas descendo as margens do rio Reno em 1º julho de 2017.

A última vez que a Volta da França, prova com três semanas de duração, começou na Alemanha foi em 1987, antes da reunificação do país. A segunda etapa também começará em Dusseldorf, mas o local onde ela se encerrará só vai ser revelado na apresentação do percurso da prova em outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoVolta da Françalargada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.