Copa do Brasil: Jorginho tem difícil missão na estreia pela Portuguesa

Time paulista precisa vencer o Bangu por 2 a 0 para não ser eliminado. Guarani joga por novo empate em Campinas

, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2011 | 00h00

SÃO PAULO - O técnico Jorginho tem missão ingrata logo na sua estreia pela Portuguesa: precisa vencer o Bangu por 2 a 0 (ou por uma diferença de três gols), às 21 horas desta quarta-feira, no Canindé, para avançar à segunda rodada da Copa do Brasil.

"Sabemos que não será fácil, mas garanto que não vão faltar empenho, dedicação e muita vontade do grupo em reverter o resultado", disse o novo treinador, que foi contratado no domingo para a vaga do demitido Sérgio Guedes.

No primeiro jogo, fora de casa, a Lusa perdeu por 3 a 1. Quem passar pegará o vencedor de ganhador de Náutico e Trem-AP.

Ainda nesta quarta, os rivais de Campinas entram em campo. Após a frustração da partida de ida, o Guarani recebe o União Rondonópolis (MT) e pode empatar (até por 3 a 3) para seguir na competição. No primeiro jogo, o time paulista vencia por 4 a 1, mas permitiu que o adversário igualasse o marcador.

Já a Ponte Preta visita o Baré, de Boa Vista, e esperar vencer por uma diferença mínima de dois gols para não precisar do segundo jogo, em Campinas.

Cariocas. Depois das críticas pela atuação pouco ousada na semifinal da Taça Guanabara, em que foi superado pelo Flamengo, o Botafogo vai adotar um esquema mais ofensivo na sua estreia na Copa do Brasil, às 19h30, contra o River Plate, em Aracaju. Sem compromissos há duas semanas, o Vasco enfrenta o Comercial, em Campo Grande, às 21h50, também de olho na classificação antecipada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.