Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Corinthians deve usar jogo com o Noroeste como 'laboratório' para a Libertadores

Tite não confirma, mas pensa em poupar titulares para duelo de quarta contra o Tolima

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2011 | 00h00

Poupado contra o Bragantino, Ronaldo treinou nesta quinta-feira com bola entre os reservas, mas não deu pistas sobre sua presença no jogo de domingo, contra o Noroeste, no Pacaembu. A três dias do confronto contra o Tolima pela pré-Libertadores, Tite deve ir para o jogo com um time quase sem titulares. "Eu não quero nem vou poupar ninguém, mas vamos ver", disse o técnico após o empate em Bragança Paulista (1 a 1).

Tite pode usar o jogo de domingo para avaliar os atletas que precisam se firmar no Corinthians, além dos que voltaram de empréstimo e aguardam chance. Dois deles, em especial, vêm sendo observados: Leandro Castán, que virou titular após a saída de William, e Moacir, que ocupa a vaga de Alessandro.

Castán tem agradado, a ponto de a diretoria ter suspendido a busca por um zagueiro que jogue pelo lado esquerdo. O lesionado Paulo André, seu maior concorrente, deve retornar em fevereiro. Já Moacir ganhou chance por necessidade. Com a ausência de Alessandro, ele teve vetada sua volta para o Sport Recife. Para a sequência da temporada, porém, Tite pensa em trazer outro lateral.

Marcelo Olivera, Morais e Edno, que estavam emprestados, serão avaliados durante o Estadual. O recém chegado Fábio Santos, ex-Grêmio, pode estrear contra o Noroeste. "Vim para ajudar, na lateral ou no meio", disse ele, que chegou para a reserva de Roberto Carlos. Nesta quina, o Corinthians rescindiu contrato com os laterais-direitos Dênis e Diogo, que estavam encostados.

Veja também:

linkReserva de Roberto Carlos não incomoda Fábio Santos

linkJorge Henrique crê em evolução

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.