Corinthians larga na frente e inicia trabalho em meio às festas

Com a presença de Ronaldo, equipe se apresenta hoje à comissão técnica para avaliação física e exames médicos

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

26 de dezembro de 2008 | 00h00

Não haverá sirene nem presença de peso dos torcedores no Parque São Jorge. Mas o Corinthians mostrará as novidades do time para 2009, hoje, na reapresentação do elenco, o primeiro "grande" de São Paulo a iniciar as atividades para a próxima temporada. Além de Ronaldo, apresentado com pompa, o clube contratou o zagueiro Jean, ex-Grêmio, e os ex-botafoguenses Túlio, volante, e Jorge Henrique, atacante. O trio vestirá nesta tarde a camisa alvinegra pela primeira vez. É possível, também, que apareça no Parque um jogador grandalhão de língua espanhola. O zagueiro/lateral-esquerdo argentino Escudero, do Argentinos Juniors, também está acertado com o clube. Falta apenas a definição de algumas questões burocráticas para que seja integrado ao grupo, o que pode ocorrer ainda hoje."Teremos novidades na sexta-feira (hoje)", disse Mário Gobbi, vice-presidente de futebol, no início da semana. A novidade a que se refere deve ser Escudero.Para contar com o jogador, o Corinthians desembolsará R$ 3 milhões, parcelados em seis vezes. O atleta, embora não tenha grande prestígio internacional, é conhecido dos brasileiros e já deu alegria aos corintianos. Foi ele o autor do gol da vitória do Argentinos Juniors sobre o Palmeiras por 1 a 0, em jogo da Copa Sul-Americana deste ano, em pleno Palestra Itália.Hoje os dirigentes podem anunciar, ainda, o nome do esperado atacante para formar parceria com Ronaldo ou mesmo atuar em sua posição enquanto ele estiver adquirindo melhor forma física.Ronaldo deve dedicar seus próximos 40 dias apenas à parte física. Joaquim Grava, consultor médico do clube, já adiantou que é um temor grande vê-lo em campo num possível amistoso diante do Boca Juniors, no dia 17 de janeiro. "Ele deve jogar só a partir de fevereiro."A data da estréia dependerá do desempenho nos trabalhos específicos aos quais será submetido. O preparador físico particular de Ronaldo, Bruno Mazziotti, estará a seu lado auxiliando os profissionais corintianos. "O corintiano tem de ter paciência e dar paz a Ronaldo. Nós, do Corinthians, não vamos ter pressa para tê-lo em campo", declarou, na apresentação do Fenômeno, Mário Gobbi.ITU ESPERA O TIMEOs jogadores farão avaliação física e exames médicos de hoje até o dia 30. Folgam na virada do ano e, em uma semana, embarcam para Itu, a 100 quilômetros de São Paulo, onde o time fará a pré-temporada num resort. O grupo deve ficar na cidade do interior paulista até 20 de janeiro, véspera da estréia no Campeonato Paulista, diante do Barueri, no Pacaembu.Mas a preparação para o Estadual, desta vez, terá restrição aos torcedores. E será marcada por forte esquema de segurança para evitar assédio a Ronaldo. Na avaliação da diretoria e da comissão técnica, o clima de oba-oba seria prejudicial ao trabalho. "Vamos levar dois ou três homens a mais e contaremos com o apoio da Polícia Militar de Itu", adiantou o chefe de segurança, Waldyr Dutra.A presença de Ronaldo em ação vai ser tratada de forma especial pelos dirigentes, que, claro, esperam lucrar alto em cima do craque. Mas ingressos de arquibancada não serão reajustados, "por respeito ao que a torcida fez na Série B", garantiu o presidente Andrés Sanchez. Quem quiser o conforto das numeradas, porém, terá de desembolsar um pouco mais. O Pacaembu já está passando por adaptações em suas cadeiras cobertas. Resta saber se dentro de campo o time corresponderá, como nesta temporada, em que teve missão mais fácil, por ter disputado a Série B, e não a Primeira Divisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.