Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Corinthians pega o Bragantino em ensaio para a pré-Libertadores

Jogo em Bragança pela segunda rodada do Paulistão está marcado para as 22 horas

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Mal começou a temporada e o Corinthians já faz nesta quarta-feira, contra o Bragantino, pelo Paulistão, o ensaio geral para o primeiro duelo importante no ano. Em Bragança Paulista, às 22 horas, Tite colocará em campo os titulares que daqui a uma semana vão encarar o Tolima, da Colômbia, pelo jogo de ida da Pré-Libertadores.

A única mudança em relação ao time que bateu a Portuguesa (2 a 0) na estreia é a saída de Ronaldo, poupado, para a entrada de Jorge Henrique, recuperado de lesão. Tite, que deve pôr os reservas contra o Noroeste, no domingo, terá de montar a equipe com dois atacantes rápidos pelas pontas (Jorge e Dentinho), opção usada quando não pode contar com Ronaldo.

O técnico garante, porém, que o Fenômeno ficará fora apenas por necessidade. "O trabalho com ele tem como ideia a preparação para o jogo. Se avaliarem que há risco excessivo, é compreensível [sua ausência]. Caso contrário, vai para todos os jogos quando tiver tempo de preparação." Mesmo assim, ele admite que a busca por um reserva para o camisa 9 tem sido intensificada. "É uma das prioridades, a direção está envolvida nisso."

Um dos nomes cogitados é o do boliviano Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro e atualmente no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Mesmo com a expectativa em torno do duelo com o Tolima, Tite pede atenção com os dois jogos pelo Estadual. "Dia 26 [data do jogo contra os colombianos], para o futebol, é muito longe. Estes dois jogos podem dar ou retirar confiança ao nosso time", disse o técnico. "Temos de terminar entre os três primeiros na próxima rodada [do Paulista]."

Substituto à altura. Contra o Bragantino, que estreou no Estadual com derrota para o Americana (1 a 0), Paulinho terá outra chance para se firmar no meio-campo do Corinthians, no lugar de Elias. Autor de um gol na vitória sobre a Lusa, ele tem o aval de Tite para subir ao ataque, mas não terá a mesma liberdade que tinha o antigo dono da posição. "Antes, o Jucilei ficava mais preso e o Elias saía. Agora, divide-se o pão: Jucilei sai mais e o Paulinho fica também", disse Tite.

Após a queda de rendimento na etapa final do jogo contra a Portuguesa, o técnico pediu mais equilíbrio para o jogo desta quarta. "Faltou manter a posse de bola, isso precisa ser melhorado."

Presença ilustre. O ex-presidente Lula foi convidado pela diretoria do São Bernardo para dar o pontapé inicial no jogo contra Corinthians no Estádio Primeiro de Maio, dia 30, pela quinta rodada do Estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.