Corintianos vão dividir R$ 5 milhões em caso de título da Libertadores

SÃO PAULO - O assunto é tratado com delicadeza e sob justificativa de já estar decidido desde o início da temporada. Mas o Corinthians não está medindo esforços para valorizar seus jogadores para a tão sonhada conquista da Libertadores. Depois de pagar R$ 100 mil para cada atleta titular e um pouco menos para os demais inscritos nas semifinais diante do Santos, agora eles devem dividir R$ 5 milhões e possíveis bônus fornecidos por alguns parceiros.

FÁBIO HECICO, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2012 | 03h06

Para muitos jogadores o valor seria até maior do que o salário mensal, com possibilidade de ganhos de até R$ 300 mil. Eles ficariam com o valor pago pela Conmebol e o arrecadado com alguns patrocínios pontuais. Há uma enorme chance de o valor alcançar os R$ 8 milhões.

Os 25 jogadores inscritos na Libertadores, mais Edenilson, cortado por contusão para a entrada de Romarinho, além da comissão técnica, fatiariam o "bolo". Adriano, inscrito na primeira fase, não faz parte dos planos. "Vamos premiar quem jogou, quem esteve com o grupo. Ele não", afirmou o diretor de futebol, Roberto de Andrade, que gostaria até de pagar mais a seus candidatos a herói, mas não pode por causa da baixa quantia paga pela Conmebol. A entidade destina US$ 2 milhões (R$ 3,8 mi) ao campeão. "Na Europa, o campeão da Liga dos Campeões leva quase 40 milhões (R$ 101,7 milhões), é outro mundo."

Mesmo assim os dirigentes acham que pagar entre R$ 250 mil e R$ 300 mil de premiação está de bom grado para os titulares. Os reservas ganhariam entre R$ 100 mil e R$ 150 mil. Como comparação, na semifinal o Corinthians pagou R$ 100 mil, ante R$ 30 mil oferecidos pela direção do Santos, o rival daquela disputa, para cada atleta. Além do belo prêmio, os jogadores devem ganhar alguns dias de folga caso conquistem o título.

Logo após a final, quarta-feira, o próximo rival será o Sport, dia 8, no Recife, jogo que os dirigentes acreditam conseguir adiar - já pediram à CBF. Ou seja, só voltariam a atuar dia 11, contra o Botafogo, no Pacaembu, partida que seria hoje e foi remarcada.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.