Coritiba bate recorde e pega o Palmeiras

Time paranaense vence o Caxias por 1 a 0 e chega à 22ª vitória consecutiva. Palmeirenses fazem jogo de volta no Pacaembu

, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2011 | 00h00

O Palmeiras terá um adversário embalado, motivado e recordista na próxima fase da Copa do Brasil. Ontem, em Caxias do Sul, o Coritiba venceu o Caxias por 1 a 0 e confirmou a classificação para as quartas de final da competição. Como se não bastasse, o time paranaense chegou à 22.ª vitória consecutiva e quebrou o recorde brasileiro, que pertencia aos palmeirenses, com 21 partidas em 1996. O primeiro jogo entre os dois alviverdes está marcado para quinta-feira, no Couto Pereira, em Curitiba. O encontro de volta acontece uma semana depois, em São Paulo.

O jogo na Serra Gaúcha foi equilibrado, mesmo porque o Coritiba, campeão paranaense de 2011, não forçou muito o ataque, pois tinha vencido o primeiro jogo por 4 a 0. Dessa forma, apenas administrou sua ampla vantagem. O gol da vitória foi marcado por Émerson, de cabeça, aos 27 minutos do segundo tempo.

Sorteio. A CBF realizou ontem o sorteio dos mandos de campo. O São Paulo fará o jogo decisivo, contra o Avaí, fora de casa, dia 12, em Florianópolis. O primeiro jogo será na quarta-feira, às 21h50, no Morumbi. "Particularmente prefiro fazer o segundo jogo em casa, mas agora temos de tentar fazer um bom placar no Morumbi para ficar em uma situação mais tranquila para decidir fora", disse Ilsinho.

A expectativa é para saber se Luis Fabiano terá condições de estrear. O atacante ainda sente um desconforto no joelho direito e será avaliado no decorrer dos treinamentos da semana. É provável que ele só tenha condições de jogar em Florianópolis.

Se passar pelo Avaí, o São Paulo enfrenta o vencedor do confronto entre Vasco e Atlético-PR. Depois de fazer 3 a 0 no Horizonte, fora de casa, o Flamengo faz o primeiro confronto com o Ceará no Engenhão, às 21h50, na quinta-feira. A volta ficou para o dia 11, no mesmo horário, no Estádio Castelão, em Fortaleza.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.