Ricardo Bufolin/CBG
Ricardo Bufolin/CBG

Corpo de ginasta de 17 anos do Pinheiros é enterrado no Cemitério da Vila Formosa

Ainda não se sabe a causa da morte; laudo deve ficar pronto em 30 dias

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2019 | 14h03

O corpo da ginasta Jackelyne Soares Gomes da Silva, de 17 anos, foi enterrado nesta sexta-feira no Cemitério da Vila Formosa, Zona Leste, da Capital. A atleta do Clube Pinheiros morreu na quarta-feira.

Ainda não se sabe a causa da morte. O laudo deve ficar pronto em 30 dias. A ex-ginasta Daiane de Santos esteve no Cemitério da Vila Formosa e prestou solidariedade à família.

Jackelyne nasceu em 24 de julho de 2001 e fazia parte da equipe do Pinheiros desde 2010. Ela chegou a fazer parte das equipes da base da seleção brasileira de ginástica.

"Jack, como era conhecida, tinha um jeito brincalhão e sua alegria contagiava todos que conviviam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos. Em quase 9 anos de convivência, ela fez parte de bons momentos da nossa equipe de ginástica e o clube acompanhou seu crescimento, como atleta e como pessoa", disse o Pinheiros.

A Federação Paulista de Ginástica também homenageou a atleta. "Queremos expressar aos familiares e amigos e a toda comunidade da ginástica os nossos sentimentos pela morte da ginasta Jackelyne da Silva, aos 17 anos. Ela era ginasta do Pinheiros e participava de competições da FPG. O céu ganhou uma estrela brilhante."

A Confederação Brasileira de Ginástica também lamentou o falecimento da atleta. "Recebemos com tristeza a notícia do falecimento da atleta e nos solidarizamos com os familiares, amigos e técnicos. Ficam, agora, as boas recordações da atleta fazendo o que mais amava."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Fernando Torres se despede do futebol no Japão em jogo contra Iniesta e Villa
  • Torcedores do PSG não querem mais Neymar em Paris
  • Merecido! Sampaio Basquete conquista o bicampeonato da LBF
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.