Correção: Brasil fecha dia com só uma medalha no judô

A matéria enviada anteriormente continha um erro no primeiro parágrafo. Eleudis Valentim conquistou a medalha de bronze, e não de prata como afirmado anteriormente.

Estadão Conteúdo

16 de outubro de 2014 | 15h32

Reserva de Erika Miranda na categoria até 52kg, Eleudis Valentim garantiu sua quinta medalha seguida no Circuito Mundial de Judô. Nesta quinta-feira, ela ficou com o bronze no primeiro dia do Grand Prix de Tashkent (Usbequistão), sendo a única brasileira a subir ao pódio. Outros quatro brasileiros perderam na estreia.

Eleudis, atleta de 22 anos do Pinheiros, ganhou ouro nos Opens Pan-Americanos de Buenos Aires e Miami e ficou com o bronze no Open de San Salvador (El Salvador) e Astana (Casaquistão). Ainda sem contar o resultado desta quinta, ela é a 26.ª do mundo.

Nesta quinta, ela venceu a russa Anastasia Polikarpova e a israelense Gili Cohen (sétima do mundo) antes de perder para a portuguesa Joana Ramos (19.ª) nas quartas de final. Na repescagem, passou pela alemã Romy Tarangul (25.ª) e pela belga Ilse Heylen (14.ª), ganhando a medalha no golden score. Eleudis conseguiu todas suas vitórias por diferença de punições, apenas.

Os demais brasileiros foram mal. Prata em Astana, Nathália Brígida (até 48kg) desta vez perdeu da turca Ebru Sahin, de quem ganharam nas quartas de final no Casaquistão. Pela mesma categoria, Gabriela Chibana parou na também turca Sumeyye Akkus. As europeias são respectivamente 22.ª e 21.ª do mundo, enquanto Nathalia ocupa o 33.º lugar e Gabriela o 40.º.

Diego Santos, que não competiu em Astana, perdeu para Gumar Kyrgyzbayev (Casaquistão) na estreia da categoria até 60kg. O também ligeiro Allan Kuwabara foi derrotado na estreia pelo usbeque Sharafuddin Lutfillaev, 14.º do mundo. A categoria tem Felipe Kitadai (sétimo) como titular e Eric Takabatake (15.º) como reserva. Diego (27.º) e Allan (64.º) brigam por espaço.

Na sexta o Brasil terá mais cinco atletas competindo em Tashkent. O destaque é Leandro Guilheiro (81kg), que luta pela segunda vez depois de ficar mais de dois anos afastado por lesão. Também lutam Mariana Silva e Katherine Campos na categoria até 63kg e Nádia Merli e Maria Portela na até 70kg.R

Tudo o que sabemos sobre:
judôGrand Prix de Tashkent

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.