Correção: Brasil goleia na estreia do futebol feminino

A nota enviada anteriormente contém um erro no antepenúltimo parágrafo. A atacante Cristiane chegou ao seu 11º gol em olimpíadas, e não ao 10º.

AE, Agência Estado

25 de julho de 2012 | 20h25

Vice-campeã nas duas últimas olimpíadas, a seleção brasileira de futebol feminino passou fácil pelo primeiro adversário na busca pela inédita medalha de ouro. Nesta quarta-feira, a equipe estreou nos Jogos de Londres com goleada por 5 a 0 sobre Camarões no vazio estádio Millennium, em Cardfiff, no País de Gales, mas sob os olhos do presidente da Fifa, Joseph Blatter. Os gols foram marcados por Francielle, Renata Costa, Marta (dois), e Cristiane.

Com o resultado, o time brasileiro terminou a primeira rodada na liderança do Grupo E pelo saldo de gols, já que no jogo inaugural da Olimpíada a anfitriã Grã-Bretanha bateu a Nova Zelândia por 1 a 0, também nesta quarta-feira.

O Brasil construiu uma vantagem confortável logo nas suas duas primeiras finalizações. Aos 6 minutos, a meia Francielle cobrou falta direto para o gol e surpreendeu a atrapalhada goleira Ngo Ndom, que esperava o cruzamento na área. Aos 10, a mesma Francielle bateu escanteio na cabeça da zagueira Renata Costa, que escorou firme.

Voluntariosa, mas fraca tecnicamente, a equipe africana, estreante no futebol olímpico feminino, só criou uma jogada de ataque em todo o primeiro tempo. Beyene entortou a zaga brasileira na área, mas estragou o lance com um chute fraco e torto para fora.

No intervalo, o técnico Jorge Barcellos fez uma mudança no ataque brasileiro: saiu Thaís Guedes e entrou Cristiane, velha parceira de Marta, até então discreta na partida. O entrosamento das duas apareceu logo aos 9 minutos, quando a jogadora cinco vezes eleita a melhor do mundo recebeu passe da companheira diante de Ngo Ndom, e, na dividida com a goleira, tentou cavar uma falta ignorada pela árbitra Jenny Palmqvist, uma exótica sueca de olhos puxados.

Aos 27, Cristiane fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou para Marta, que foi empurrada pela zagueira. A própria Marta bateu o pênalti no meio do gol, mas Ngo Ndom não conseguiu defender. Sete minutos depois, a camisa 10 retribuiu o presente e deu belo passe para Cristiane driblar a goleira e marcar seu décimo primeiro gol em olimpíadas.

A dupla estava insaciável. Aos 43, Cristiane fez fila na defesa africana e cruzou para Marta anotar seu segundo gol no jogo e definir a melhor estreia da seleção feminina em suas participações olímpicas.

O Brasil volta a campo para a segunda rodada no sábado, às 10h30 (de Brasília), contra a Nova Zelândia. No mesmo dia, Camarões encara a anfitriã Grã-Bretanha às 13h15 (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.