Caçula da família Dibaba, bate recorde mundial dos 1.500m

Genzebe Dibala garante a marca em Montecalo

Estadão Conteúdo

17 de julho de 2015 | 17h37

Onze anos após a primeira medalha da família Dibaba nos Jogos Olímpicos, o clã das irmãs etíopes segue soberano nas provas de fundo do atletismo. Após falhar na tentativa de bater o recorde dos 5.000 metros em Paris (França), no início do mês, a caçula Genzebe Dibaba fez o melhor tempo do mundo em todos os tempos nos 1.500m, nesta sexta-feira, em Montecarlo, na etapa de Mônaco da Diamond League.

É usual que os organizadores destes meetings escolham algumas provas para atrair os melhores do mundo e preparem o terreno para a batida de recordes mundiais. Em Mônaco era a vez de mais uma tentativa de Genzebe Dibaba, de 24 anos, que contou com duas coelhos para ditar os ritmo nas duas primeiras voltas.

Depois, ela disparou para vencer com 3min50s07, superando em 0s39 o antigo recorde mundial, que pertencia à chinesa Yunxia Qu desde 1993. Diferente das provas mais longas do atletismo (5.000m e 10.000m), nos 1.500m não há uma tradição de recordes africanos. Das 12 melhores marcas de todos os tempos, 10 são de chinesas.

Dibaba já havia chegado perto do recorde mundial na quarta-feira da semana passada, quando correu para 3min54s11 uma prova menor em Barcelona, que serviu de preparação para a etapa de Mônaco da Diamond League. Na ocasião, assumiu o nono lugar do ranking mundial de todos os tempos, quebrando a barreira dos 3min55s pela primeira vez no século.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoDiamond League

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.