Corredora marroquina Selsouli testa positivo para droga proibida

A corredora marroquina Mariem Alaoui Selsouli, que disputa a prova dos 1.500 metros, testou positivo para um diurético que é proibido e por isso não irá participar da Olimpíada de Londres, afirmou o órgão responsável por atletas internacionais nesta quarta-feira.

Reuters

25 de julho de 2012 | 11h31

Selsouli, medalhista de prata nos campeonatos mundiais indoor deste ano, já foi banida uma vez por doping e agora enfrenta uma suspensão vitalícia.

"A substância proibida furosemida foi encontrada na amostra coletada de senhora Alaoui Selsouli...em Paris, no dia 6 de julho de 2012", afirmou um porta-voz da Associação Internacional de Federações de Atletismo (Iaaf, sigla em inglês) em um comunicado.

"Alaoui Selsouli renunciou a seu direito de fazer uma análise B, e, como resultado, foi provisoriamente suspensa de todas as competições atléticas."

"De acordo com as regras da Iaaf, ela ainda tem o direito de requisitar uma audiência que precisa ser realizada pela Federação de Atletismo Marroquina dentro dos próximos três meses".

(Reportagem de Nick Mulvenney)

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPCORREDORAMARROCOSSUSPENSA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.