Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Corte de orçamento do Ministério do Esporte será revisado, diz Picciani

Ministro ainda negocia com o governo e pretende pelo menos igualar valores praticados em 2017

Thais Ferraz, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

09 Novembro 2017 | 19h46

O Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, afirmou nesta quinta-feira que o governo federal revisará o corte de 87% no investimento da pasta. A informação foi dada a jornalistas nesta quinta-feira, durante a abertura do Encontro Nacional de Editores, Colunistas, Repórteres e Blogueiros (Enecob), em Brasília. O corte estava previsto na proposta de Lei Orçamentária Anual enviada à Câmara dos Deputados em setembro.

+ TCU pede que Ministério do Esporte apresente contas atualizadas da Rio-2016

Picciani explicou que a decisão foi tomada após uma reunião entre ele e o presidente Michel Temer, realizada no início desta semana. O ministro garantiu que ao menos R$ 630 milhões serão destinados à pasta no próximo ano.

De acordo com a assessoria do Ministério dos Esportes, Picciani ainda tentará negociar o valor, com objetivo de igualar o orçamento de 2018 ao de 2017. A negociação deverá ocorrer através de emendas no Congresso.

A Lei Orçamentária Anual de 2017 destinou R$ 1.245 bilhão ao orçamento do Ministério dos Esportes, enquanto a deste ano previa apenas R$163 milhões para a pasta. O corte de 87% no investimento ameaçava uma série de programas do Ministério, como o Bolsa Atleta. O orçamento deverá ser votado pelo Legislativo até o dia 22 de dezembro deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.