Helvio Romero/AE
Helvio Romero/AE

Cortez curte a felicidade no Morumbi

Lateral comemora boa fase em seus primeiros meses de São Paulo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h06

SÃO PAULO - Dos nove reforços contratados pelo São Paulo neste ano, quem mais se adaptou e tomou conta da posição foi o lateral-esquerdo  Cortez. O jogador de 24 anos esbanja otimismo e vigor físico, sendo, ao lado de Lucas, o único são-paulino que atuou em todos os jogos da equipe durante os 90 minutos.

"Acho que o segredo de toda essa disposição é felicidade. Estou dando o máximo e fiz uma boa pré-temporada porque estou feliz por estar em um clube do tamanho do São Paulo", disse o lateral, que defendeu as cores do Botafogo no ano passado.

Cortez chegou ao clube com tanto moral que fez a diretoria liberar o experiente Juan para o Santos. Ele foi eleito, em votação realizada pela CBF, o melhor lateral-esquerdo do Campeonato Brasileiro de 2011 e concorreu também como revelação.

"Fui muito bem recebido aqui e não tem como não me dedicar com tudo isso", explicou o novo dono da lateral esquerda tricolor que, antes de chegar ao clube, era olhado com desconfiança. Apesar do bom Brasileiro, ele ficou mais conhecido por ter celebrado seu casamento em uma lanchonete.

Leão tem dado liberdade para ele. "O professor me deixa livre para atacar, mas não posso esquecer de marcar", explicou o lateral, que espera jogo duro contra o Bragantino, time que mais cometeu faltas (188) e recebeu cartões amarelos (33) no Paulista. "Será um jogo pegado".

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCortezSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.