Coulthard será piloto reserva da Red Bull nos dois primeiros GPs

O piloto David Coulthard, que se aposentou da Fórmula 1 no ano passado, pode voltar a guiar um carro da categoria caso um dos pilotos da Red Bull não possam disputar um dos dois primeiros Grandes Prêmios da temporada, informou a equipe nesta quarta-feira.

REUTERS

25 de março de 2009 | 14h24

Uma porta-voz do time afirmou que o escocês de 37 anos, que está em Melbourne como comentarista da emissora de televisão BBC, é o piloto reserva oficial para a corrida na Austrália, no próximo domingo, primeira prova da temporada, e para a etapa seguinte, na Malásia.

O neozelandês Brendon Hartley, de 19 anos, piloto junior da Red Bull, foi escolhido para ser o reserva, mas ainda não obteve a superlicença, obrigatória para guiar um carro da Fórmula 1.

A equipe afirmou que nada está confirmado para depois do GP da Malásia.

Coulthard se aposentou no final da temporada passada após uma carreira de 246 corridas e 13 vitórias, na qual inclusive passou por Williams e McLaren durante os seus 15 anos na categoria.

Os pilotos titulares da Red Bull são o australiano Mark Webber, que quebrou sua perna em um acidente ciclístico em novembro, e o alemão Sebastian Vettel.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Mais conteúdo sobre:
FLCOULTHARDRESERVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.