Craque diz que Santos está em ritmo bom

Depois do jogo, herói do clássico afirmou que, aos poucos, o time vai retomando a rotina de bons resultados

DANIEL BATISTA , VITOR MARQUES, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2012 | 03h03

Autor dos dois gols da vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Palmeiras, o atacante Neymar comemorou o fato da equipe voltar a jogar bem. "Estamos em um ritmo muito bom. Retomamos o nosso ritmo e estamos vencendo."

Apesar da vitória, um assunto bastante comentado no Santos foi o futuro de Ganso.

O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, não escondeu sua irritação ao falar sobre o futuro de Ganso. Na noite de sexta para sábado, o clube publicou uma carta criticando a postura do São Paulo e do jogador. Para o dirigente, a postura do atleta já passou dos limites.

"Quem fala o que quer, ouve o que não quer. Não é a primeira vez. No Mundial, ele falou que o Santos não se interessou por comprar parte de seus direitos e, por isso, ele vendeu para o parceiro (DIS). Isso nunca existiu, pois nem sequer nos ofereceram. São várias declarações desse tipo sempre às vésperas de jogos importantes. Enfim, já encheu o saco", desabafou.

Ganso não gostou da postura do presidente. "Ele não deveria ter feito isso. Ele fica me jogando toda vez contra a torcida."

Pelos lados do Palmeiras, o único que teve o que comemorar foi Correa, que marcou seu primeiro gol após o retorno ao clube. "Consegui acertar um bonito chute de fora da área e fiquei feliz pelo gol, mas o resultado não foi o esperado."

Antes do jogo, o técnico Luiz Felipe Scolari recebeu uma placa em homenagem aos 400 jogos no comando do Palmeiras, feito atingido no último dia 8, quando o Palmeiras venceu Botafogo por 2 a 1, no Engenhão. "É uma marca especial e não esperava chegar nela. Agora é terminar o trabalho até o final do ano", disse o treinador, que ao final da partida, reclamou bastante da arbitragem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.