Craques rivais devem receber atenção especial

O técnico Dunga não confirma, mas é provável que determine marcação individual em Riquelme e Messi na partida desta manhã. Ele fez isso na decisão da Copa América da Venezuela, no ano passado - o Brasil venceu por 3 a 0 e foi campeão, e não há por que não repetir o que deu certo. O volante Lucas já teve a experiência de marcar Riquelme. Foi na decisão da Taça Libertadores de 2006, quando ainda jogava pelo Grêmio, contra o Boca Juniors. "Foi muito difícil", disse.Lucas, porém, disse que Dunga ainda não havia conversado com os jogadores sobre o tipo de marcação a ser feita hoje. Hernanes confirmou: "Dunga ainda não nos passou se vamos marcar individualmente ou se manteremos o sistema dos jogos anteriores." Seja como for, o meia Diego tem uma certeza: não se pode dar espaço nem a Messi nem a Riquelme. "Senão, pode ser fatal, pois eles desequilibram."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.