Crise financeira faz Subaru deixar Mundial de Rali após 20 anos

Montadora japonesa é uma das mais tradicionais marcas da categoria; nesta segunda, Susuki também abandonou

AE, Agencia Estado

16 de dezembro de 2008 | 09h06

A crise financeira mundial não pára de ter conseqüências diretas no automobilismo. Nesta terça-feira, a montadora japonesa Subaru anunciou que está fora do Mundial de Rali, depois de 20 anos envolvida na disputa. A notícia foi divulgada menos de um dia depois de a Suzuki também se retirar da competição. Agora, o Mundial fica apenas com duas montadoras oficialmente envolvidas - Ford e Citroën, justamente as que têm disputado títulos nos últimos anos.Antes de chegar ao rali, a crise financeira já havia feito a Honda deixar a Fórmula 1. A Audi também foi afetada e restringiu suas atividades em competições de protótipos. A Subaru é uma das mais tradicionais marcas do Mundial de Rali, e já conquistou seis títulos, o último deles com o norueguês Petter Solberg, em 2003. Nos últimos anos, a montadora não conseguiu repetir os bons resultados da década de 90 - na temporada 2008, ficou em terceiro lugar, com 98 pontos, muito longe das rivais Citroën (191) e Ford (173).Matt Dunham/APDona de seis títulos mundiais, Subaru não conseguiu acompanhar as concorrentes nos últimos anos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.